Hoje, aos 43 na lista dos Melhores álbuns de 2022 no site Memorabilia

Notícias

Lista dos Melhores Álbuns de 2022 do site Memorabilia "Hoje, aos 43" está na relação. Conheça os outros selecionados e ouça o player com uma seleção das bandas/ artistas. Leia AQUI https://bit.ly/3I1NeO3
....................
O álbum que mais ouvi em 2022 é uma confirmação: Gustavo Telles (e seus Escolhidos) mantém o sarrafo lá em cima, álbum após álbum. "Hoje, aos 43", 5° trabalho de Telles revela em primeira pessoa seus anseios e frustrações. Ele fala de sua travessia nos últimos anos, conforta-se na imparável renovação da existência, nos alerta dos extremismos políticos, exalta a capacidade de restauro em nossas vidas, mas sempre pelejando nas vicissitudes dessa trajetória. A narrativa passa pelo retorno à cidade natal do músico, relembra o exílio durante a pandemia, evoca medos e desejos, mas emerge com um fio de esperança no amor, um raio de sol e esperança que ilumina as consequentes reconstruções deflagradas por todo e qualquer imprevisto. É comum nos apropriarmos de suas letras, é fácil bater o pé ao embalo de seu rock and soul e de alguma tinta country rock aqui e ali. O disco foi gravado, mixado, masterizado por Luciano Albo (baixo, guitarra, violão, percussão, vozes e arranjos ), com Murilo Moura na coprodução (teclados e vozes de apoio), além do próprio protagonista (voz, baixo e bateria), com participações especiais de King Jim (saxofone e voz), Maurício Nader (guitarra, percussão e voz de apoio) e Rica Sabadini (violão). A faixa título, "O Farol" e "Mesmo assim estamos juntos" são destaques num disco onde cada faixa vale muito mais que um quinhão. Discaço.

MG, site Memorabilia

Para acessar a matéria, clique aqui

Data

19 de dezembro de 2022

Compartilhe

Últimos Posts

Inscreva-se e receba nossas novidades por email.